Padarias apostam em doces e pastelaria para conquistar clientes

O segmento da panificação torna-se cada vez mais competitivo com o lançamento de novos produtos de confeitaria e pastelaria

Agência Sebrae

01/10/2016

O segmento da panificação torna-se cada vez mais competitivo com o lançamento de novos produtos de confeitaria e pastelaria, fazendo com que empresários e profissionais do setor busquem capacitação nas áreas de gestão e de fabricação própria com qualidade e mais segurança alimentar. O resultado é um produto de melhor qualidade e em conformidade com as boas práticas de fabricação.

 

Por trás daqueles doces, folhados e salgados que enchem os olhos dos consumidores nos balcões das padarias existe todo um investimento em capacitação de padeiros, pasteleiros e confeiteiros. Através do Programa de Revitalização e Inovação na Panificação (Qualipão) instituições parceiras como o Sebrae no Rio Grande do Norte, Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria de Natal e a Associação da Indústria da Panificação e Confeitaria do Rio Grande do Norte estão sendo realizadas capacitações para um grupo de 11 empresas do setor da panificação. No próximo mês será realizado um curso de panificação e em novembro a capacitação será nos segmentos de confeitaria e gestão da produção.

 

Dentre os objetivos dos cursos, destacam-se as técnicas para desenvolver e implantar novos produtos, padronização dos produtos com o mesmo aspecto e sabor, uma pasta de receitas próprias com rotina e aplicação prática, além de ferramentas capazes de gerenciar a padaria com o auxílio do computador, como a planilha de controle de custos de produção, controles gerenciais e planejamento estratégico. “Estas capacitações resultam em padeiros e confeiteiros treinados para a realidade da empresa”, explica o gestor do Projeto Desenvolvimento da Indústria de Alimentos e Bebidas no RN, ressaltando que as empresas ganham mais competitividade no segmento da panificação.

 

Durante o curso são trabalhados produtos como pastel de Belém, focacia folhada, minitorta Mil Folhas, volovan, x-burger de forno, envelope de ricota, croissant francês, trança semifolhada de calabresa, trança semifolhada com creme patissière e banana com canela, rosca toscana, canelone, cachorro quente e coxinha de forno. Para inovar ou desenvolver novos produtos são experimentos inúmeros recheios doces e salgados, o que garante um diferencial competitivo ao mix de produtos.

 

O Qualipão é um programa de apoio às panificadoras com gerenciamento voltado para aperfeiçoar o processo tecnológico de produção, segurança alimentar, gestão estratégica, marketing e vendas com utilização de técnicas modernas, voltadas para o desenvolvimento do setor da panificação. O programa é realizado pelo SEBRAE-RN e executado pela credenciada Proverde, e conta com o apoio do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria de Natal e a Associação da Indústria da Panificação e Confeitaria do Rio Grande do Norte em parceria com as empresas Grande Moinho Cearense, Comercial do Trigo, Levapan e Rich’s.Por trás daqueles doces, folhados e salgados que enchem os olhos dos consumidores nos balcões das padarias existe todo um investimento em capacitação de padeiros, pasteleiros e confeiteiros. Através do Programa de Revitalização e Inovação na Panificação (Qualipão) instituições parceiras como o Sebrae no Rio Grande do Norte, Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria de Natal e a Associação da Indústria da Panificação e Confeitaria do Rio Grande do Norte estão sendo realizadas capacitações para um grupo de 11 empresas do setor da panificação. No próximo mês será realizado um curso de panificação e em novembro a capacitação será nos segmentos de confeitaria e gestão da produção.<br><br>Dentre os objetivos dos cursos, destacam-se as técnicas para desenvolver e implantar novos produtos, padronização dos produtos com o mesmo aspecto e sabor, uma pasta de receitas próprias com rotina e aplicação prática, além de ferramentas capazes de gerenciar a padaria com o auxílio do computador, como a planilha de controle de custos de produção, controles gerenciais e planejamento estratégico. “Estas capacitações resultam em padeiros e confeiteiros treinados para a realidade da empresa”, explica o gestor do Projeto Desenvolvimento da Indústria de Alimentos e Bebidas no RN, ressaltando que as empresas ganham mais competitividade no segmento da panificação.<br><br>Durante o curso são trabalhados produtos como pastel de Belém, focacia folhada, minitorta Mil Folhas, volovan, x-burger de forno, envelope de ricota, croissant francês, trança semifolhada de calabresa, trança semifolhada com creme patissière e banana com canela, rosca toscana, canelone, cachorro quente e coxinha de forno. Para inovar ou desenvolver novos produtos são experimentos inúmeros recheios doces e salgados, o que garante um diferencial competitivo ao mix de produtos.<br><br>O Qualipão é um programa de apoio às panificadoras com gerenciamento voltado para aperfeiçoar o processo tecnológico de produção, segurança alimentar, gestão estratégica, marketing e vendas com utilização de técnicas modernas, voltadas para o desenvolvimento do setor da panificação. O programa é realizado pelo SEBRAE-RN e executado pela credenciada Proverde, e conta com o apoio do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria de Natal e a Associação da Indústria da Panificação e Confeitaria do Rio Grande do Norte em parceria com as empresas Grande Moinho Cearense, Comercial do Trigo, Levapan e Rich’s.