Setor de panificação tem retração de 7,9% real

Preço médio praticado no segmento em 2015 ficou abaixo da inflação e fluxo de clientes recuou 4,2%

02/02/2016

por Valor Econômico

As empresas do segmento de panificação e confeitaria do País encerraram 2015 com vendas de R$ 84,7 bilhões, o que representou um crescimento nominal de 2,7% em relação ao ano anterior. Já quando se desconta a inflação do período – de 10,67% pelo IPCA –, há queda de 7,9%. Os dados são do ITPC (Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria) em parceria com a Abip (Associação Brasileira da Indústria de Panificação). Foram ouvidas 1.018 empresas do segmento em todo o País. 

 

O estudo indica ainda que o preço médio praticado pelo setor subiu 7,6% – portanto abaixo da inflação. Também aponta retração de 4,2% no fluxo de clientes. 

 

Do total faturado no ano passado, R$ 49,47 bilhões foram obtidos com a venda de produtos de panificação e confeitaria de produção própria. Outros R$ 8 bilhões com a comercialização de bebidas; R$ 6,1 bilhões com itens de mercearia; R$ 5,4 bilhões com laticínios; R$ 4,8 bilhões em frios; e R$ 3,4 bilhões com leite. O restante veio da venda de congelados, bomboniere, cigarros e sorvetes.