Tempo frio e período de férias movimentam as padarias

por Dino

02/02/2016

O período de férias escolares é temido pelo comércio em geral. Com a economia em baixa, muitos setores veem seus clientes sumir. Na esperança de manter os negócios em alta ou recuperar seus resultados, muitos panificadores apostam na época para oferecer produtos diferenciados e incrementar o movimento.

 

Segundo o presidente do Sindicato e Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão), Tarcísio Moreira, os empresários buscam ações diferencias como uma forma de lucrar com o período. "Tradicionalmente, o período de férias é visto como de baixo movimento nas padarias. Para reverter esse quadro, é preciso usar a criatividade e buscar alternativas para alavancar as vendas", afirma.

 

É o que tem feito a Padaria Boníssima, com unidades no Luxemburgo, Gutierrez e Lourdes em Belo Horizonte e no Vila da Serra, em Nova Lima. Desde junho, com os festejos típicos, e agora nas férias e no inverno, a padaria tem apostado em ações diferenciadas, ofertas e incremento no cardápio para manter a clientela por perto.

 

Além da tradicional decoração colorida e atrativa do período junino, a padaria incrementou seu cardápio com a produção de caldos diversos, canjica, doces típicos e muitos outros produtos com o milho e o amendoim como destaque. No mês de julho, a aposta da padaria é no empório, com diversas promoções divulgadas no encarte. "Apesar da queda no movimento, as pessoas esperam por essa época. Oferecer produtos típicos, caldos e um mix de produtos variado no empório se torna um diferencial", afirma a sócia-proprietária, Luiza Carneiro.

 

A Padaria Vianney, no funcionários, seguiu a mesma linha. Depois do período junino, o foco é no inverno, com um festival de queijos e vinhos. A criançada não foi esquecida e a padaria programou diversas oficinas de pizzaiolo, panificação, cupcakes e docinhos para os pequenos tomarem gosto pela padaria. Segundo o sócio-proprietário, Pedro Santiago, os resultados têm sido satisfatórios.

 

"Esse período do ano é de movimento menos intenso, por isso realizamos ações que fidelizem os clientes. As oficinas para as crianças se tornaram uma opção para quem não vai viajar nas férias", finaliza.